3ª Conferência Interterritorial de Juventude – Leste Baiano

conjuve01

Entre os dias 8 e 9 de outubro de 2015, o auditório do Hotel Sol Victória Marina, na capital baiana, foi palco da 3ª Conferência Interterritorial de Juventude, do Leste Baiano, e contou com a participação de delegados de dois importantes Territórios de Identidade do estado: o Metropolitano de Salvador (106 delegados) e o Recôncavo Baiano (24 delegados), além de observadores interessados em discutir políticas públicas para juventude.

O primeiro dia foi marcado por palestras e contribuições do plenário. Na manhã de sexta-feira (09) a programação foi retomada com o balanço da política estadual, apresentado pelo Coordenador Estadual de Juventude, Jabes Soares. Após o almoço os participantes foram divididos em grupos de trabalhos, tendo em vista o debate sobre as necessidades territoriais e a formulação de propostas que irão subsidiar a construção do Plano Estadual de Juventude. Ao final da tarde as propostas foram aprovadas, encerrando com a eleição de 82 delegados do território Metropolitano de Salvador e 14 do Recôncavo.

Os delegados eleitos nas interterritoriais irão participar como delegados da estadual e concorrerão a vagas para participar da Conferência Nacional da Juventude, em Brasília, a se realizar em dezembro de 2015.

O encontro estadual teve iniciativa do Conselho de Juventude Estadual – CEJUVE, e da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social – SJDHDS, em parceria com a Secretaria Nacional da Juventude. A primeira etapa da Conferência contou com as Conferências Municipais, a segunda etapa, com as Interterritoriais, e a terceira etapa, com a Conferência Estadual da Juventude, que será realizada entre os dias 29 e 31 de outubro, em Salvador.

A interterritorial do Leste Baiano teve uma programação complexa e contou com a participação da Diretoria de Territorialização da Cultura, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, com a presença do Diretor Vladimir Pinheiro.

Os diálogos priorizaram os eixos temáticos do Estatuto da Juventude, pautando os direitos que devem ser assegurados, sobretudo: a emancipação e autonomia juvenil, bem-estar juvenil, desenvolvimento da cidadania e organização juvenil, apoio à criatividade juvenil e reconhecimento das diversidades.

As Representantes Territoriais de Cultura do Território Metropolitano: Fernanda Rocha e Patrícia Santana, ficaram responsáveis por conduzir os eixos temáticos relacionados à cultura, à produção cultural, à comunicação e à tecnologia, estimulando o diálogo entre os grupos, no que diz respeito à relação entre cultura e juventude, definindo metas para serem realizadas no Estado da Bahia nos próximos anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s