Musical Lucas da Feira: Herói Vilão do Sertão será apresentado no Centro de Cultura Amélio Amorim

 Foto: Acervo da Associação Cultural Comunitária Afro Pop Tambores Urbanos

Foto: Acervo da Associação Cultural Comunitária Afro Pop Tambores Urbanos

O grupo feirense Associação Cultural Comunitária Afro Pop Tambores Urbanos (ACCAPTU) apresenta o musical Lucas da Feira, herói vilão do sertão, no Centro de Cultura Amélio Amorim, dia 08 de abril, às 19h30. No palco, percussionistas, atores e dançarinos misturam artes cênicas, dança, música e capoeira para contar a história de Lucas da Feira, um dos personagens do Portal do Sertão. A entrada é franca.

O projetos, que conta com o apoio financeiro do Fundo de Cultura da Bahia, mecanismo de fomento à cultura gerido pelas secretarias de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e da Fazenda (Sefaz), foi estreado em março e contará com mais uma apresentação dia 08 de maio, no mesmo local e horário. Nomes da música feirense como Silvio Pires, Jeaan Santana e Tonho Dionorina também participam das apresentações.

Associação Cultural Comunitária Afro Pop Tambores Urbanos (ACCAPTU) – A associação desenvolve atividades de inclusão social voltado à comunidade feirense há mais de seis anos, tendo como referência as músicas de matriz africana e seus instrumentos. “A ACCAPTU nasceu com objetivo de oferecer oficinas de música, dança afro, teatro, aulas de violão, flauta e demais instrumentos. O público são jovens que vivem em situação de risco, a fim de garantir a inclusão social e o exercício da cidadania”, revela presidente da Associação, Gilson Moreira.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s