Velho Chico realiza I Encontro de Pontos de Cultura do território

pc_horizontal

Nos dias 13 e 14 de outubro (quinta e sexta), o município de Paratinga recebe representantes de Pontos de Cultura localizados em todo o território do Velho Chico, no oeste da Bahia, para potencialização de suas atuações e resultados. Com o tema “Cultura, cidadania: cada ponto é um ponto”, o I Encontro da Rede de Pontos de Cultura do Velho Chico será um momento oportuno para debater, planejar e construir ações coletivas que promovam e ampliem o acesso à cultura, à arte e ao exercício da cidadania. O evento acontece no Ponto de Cultura da Comunidade Quilombola do Tomba e é realizado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), por meio de sua Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura, juntamente com o Projeto Rede de Fortalecimento e Cooperação Cultural da Fundação de Desenvolvimento Integrado do São Francisco (FUNDIFRAN) e a Rede Estadual de Pontos de Cultura.

Além de discutir o papel dos Pontos de Cultura e informar a população sobre esse importante espaço social, o encontro busca aprofundar o entendimento de como funciona a política cultural orientada na Lei Cultura Viva. Será um momento também de trocas de experiências a respeito do que os Pontos de Cultura têm possibilitado para a formação de cidadãos mais conscientes e participativos na sociedade.

Como ação concreta e de formação, em parceria com o Pontão de Cultura Digital ITEIA com colaboração da sua representante na Bahia, Cris Alves, serão realizadas oficinas de acervos digitais e economia solidária, visando qualificar a autonomia dos Pontos. Além disso, o Projeto Rede de Fortalecimento e Cooperação Cultural da FUNDIFRAN realizará formação sobre a Lei Cultura Viva e Educação Patrimonial, através do seu coordenador Cléber Eduão e com a parceria de João Pereira, representante territorial da SecultBA no Velho Chico.

A iniciativa nasceu do desejo de continuar utilizando os Pontos de Cultura como um espaço cultural da comunidade e convocar os seus atores à participação no processo de construção, ampliação e fortalecimento da cultura local, territorial e estadual, estreitando parcerias e provocando os gestores municipais a visualizarem a cultura e, especificamente, os Pontos de Cultura, como alternativas viáveis de desenvolvimento humano, intelectual, social e econômico para os municípios do oeste baiano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s