SecultBA convoca municípios para adesão a programa de fortalecimento do setor cultural

sem-titulo

Todos os prefeitos e prefeitas da Bahia estão individualmente recebendo um ofício assinado pelo secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, numa iniciativa para desejar sucesso no mandato e estreitar relações com as gestões municipais. Enviado pelos Correios para os 417 municípios baianos, o documento resume as frentes de atuação da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), com destaque para o novo programa Municípios Culturais, que se compromete justamente com a soma de forças entre as instâncias de governo para o fortalecimento do setor cultural. Os gestores públicos têm a data limite de 31 de março de 2017 para formalizar o interesse de participação. Até o momento, 68 municípios já procederam a adesão.

Na lista dos já integrados, estão Água Fria, Amargosa, Andaraí, Anguera, Apuarema, Bom Jesus da Lapa, Cachoeira, Caetité, Camaçari, Camamu, Candeias, Canudos, Capim Grosso, Castro Alves, Catu, Caturama, Central, Coaraci, Cravolândia, Cruz das Almas, Dom Basílio, Eunápolis, Ibicuí, Ibiquera, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Ipirá, Irajuba, Itaberaba, Itapitanga, Itatim, Iuiu, Jacobina, Jequié, Macarani, Macaúbas, Mairi, Maracás, Milagres, Mirangaba, Nova Redenção, Paratinga, Pojuca, Queimadas, Quixabeira, Ribeira do Pombal, Salinas das Margaridas, Santa Bárbara, Santa Teresinha, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antonio de Jesus, Santo Estevão, São Desidério, São Francisco do Conde, Saúde, Senhor do Bonfim, Serrinha, Serrolândia, Souto Soares, Terra Nova, Uauá, Ubaitaba, Urandi, Uruçuca, Valente e Varzedo.

Realizado por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), o Municípios Culturais se conforma em duas linhas: “Fortalecimento do Sistema de Cultura” e “Apoio ao desenvolvimento de ações culturais nos municípios”.

A linha de “Fortalecimento do Sistema de Cultura” objetiva estabelecer as condições para a organização necessária ao desenvolvimento do Sistema Estadual de Cultura da Bahia e o fortalecimento dos sistemas municipais. Os municípios que fizerem adesão ao programa deverão necessariamente aderir também ao Sistema Estadual de Cultura e formular um Plano de Trabalho com objetivo de criar e/ou consolidar os componentes principais da gestão cultural municipal.

Os municípios que devidamente cumprirem as exigências da primeira linha de atuação estarão aptos a se beneficiar do “Apoio ao desenvolvimento de ações culturais nos municípios”, a partir da assinatura de Termo de Cooperação com a SecultBA, que permitirá a realização conjunta de ações culturais, tais como consultorias, assessorias, oficinas, formações, encontros etc., distribuídas em sete categorias: Formação; Fomento; Institucionalização cultural; Arquivo e biblioteca; Linguagens artísticas; Patrimônio cultural; e Grupos identitários e tradicionais.

Além do contato direto do secretário estadual, a mobilização dos entes municipais está em plena atividade, inclusive a partir dos representantes territoriais da SecultBA, que estão pessoalmente prestando o atendimento necessário aos municípios. Mais informações estão disponíveis AQUI. Para contar com atendimento das Representações Territoriais da SecultBA, consulte a lista de servidores AQUI ou telefone para (71) 3103-3458.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s